ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Secretário participa de seminário para discutir ações de enfrentamento de rompimento de barragens

06/11/2019 NOTÍCIA


 

O secretário de Saúde de Brumadinho, Junio Araújo, participou na última segunda-feira, 4/11, de um seminário para discutir a preparação de resposta do setor saúde ao rompimento de barragens de mineração em âmbito estadual. O seminário foi promovido pela Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG), por meio da Superintendência de Vigilância Sanitária (VISA-MG), no auditório do prédio sede da Copasa, em Belo Horizonte.

O evento lembrou os desastres ocorridos em Mariana e Brumadinho e buscou discutir a atuação dos órgãos envolvidos de forma a aprimorara atuação do poder público nesse tipo de ocorrência. O secretário Junio Araújo apresentou o panorama da situação da saúde de Brumadinho depois da tragédia da Vale, ocorrida em 25/1, e de como o município tem enfrentado as sequelas advindas com o ocorrido.



Participaram do encontro referências técnicas de municípios e representantes de entidades como a Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Fundação Oswaldo Cruz, Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais, Coordenação Estadual de Defesa Civil, Instituto de Gestão de Águas e Fundação Estadual de Meio Ambiente.



Riscos à Saúde – Além dos aspectos ambientais e econômicos, o rompimento de barragens é responsável por diversas formas de danos à saúde da população afetada. Foi o que destacou Mariano Andrade da Silva, do Centro de Estudos e Pesquisas em Emergências e Desastres em Saúde. “Essas pessoas correm risco de ter sua integridade física afetada, por conta de fraturas e lesões. Posteriormente, há o risco de contaminação pelos rejeitos, que podem afetar a água e os alimentos. E por conta de sua deterioração econômica, com perda de renda e postos de trabalho, as pessoas ficam com sua saúde mental em estado de vulnerabilidade”.